Notícias de Lamego

As Notícias do seu Concelho

Bispo diocesano presidiu à “bênção dos peregrinos”

D. António Couto diz que participar na peregrinação de 12 e 13 de maio, com o Papa Francisco, é uma ocasião para viver “muitas páginas surpreendentes”.

Bispo diocesano presidiu à "bênção dos peregrinos"

O bispo de Lamego presidiu à bênção dos peregrinos que vão fazer-se à estrada, durante estes dias, até Fátima no âmbito da vinda do Papa Francisco e do Centenário das Aparições.

Em declarações à Agência ECCLESIA, D. António Couto salientou a importância deste percurso ser vivido com o coração ligado a Deus, ligado ao essencial, pois deste modo as pessoas irão com certeza viver “muitas páginas surpreendentes”.

“Nós conseguimos programar uma festa, não conseguimos programar a alegria. Aí tem que ser a mão de Deus, tem que ser o coração de Deus, tem que ser a luz de Deus”, realçou o prelado.

A bênção dos peregrinos decorreu quinta-feira à noite, no Santuário de Nossa Senhora dos Remédios.

Através desta bênção, o bispo de Lamego quis mostrar uma Igreja Católica próxima e que neste momento quer caminhar ao lado daqueles que vão para a estrada, dispostos a muitos sacrifícios para chegarem ao objetivo que é Fátima, que é estar também com o Papa Francisco.

Jorge é um dos peregrinos que vai partir este sábado rumo à Cova da Iria, uma tradição que cumpre há vários anos mas que agora assume um caráter ainda mais especial.

“Vou com muita fé, eu fiz uma promessa depois de um problema na minha família, graças a Deus agora há um novo alento e vou peregrinar para chegar até Nossa Senhora e agradecer”, realça o membro do Grupo de Nossa Senhora dos Remédios.

A dureza do caminho é sempre uma variável presente em cada ocasião que ruma ao Santuário, mas a alegria da chegada suplanta tudo.

“É uma coisa indescritível, que nos dá uma grande vida ao chegarmos lá, porque são vários dias que temos, são seis dias que levamos a chegar a Fátima”, salienta o peregrino, que seguirá com os seus companheiros e com a força extra transmitida pela imagem de Nossa Senhora dos Remédios.

“Ela é a nossa protetora, tudo há-de correr tudo bem, se Deus quiser”, completou.

Depois das celebrações de maio, o programa do Centenário das Aparições no Santuário de Nossa Senhora dos Remédios vai prosseguir com vários momentos de oração, como procissões, recitação do terço e adorações do Santíssimo, a cada dia 13 à noite, entre junho e outubro.

Fonte: www.agencia.ecclesia.pt

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Reddit

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar
Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :